INOVAÇÃO - Vivendo o Ponto de Ruptura

Afinal de contas, o que está acontecendo com as empresas onde as consagradas técnicas de produção do passado não estão gerando tantos efeitos como antes, repercutindo nas empresas, nos Colaboradores e na Sociedade de forma geral?

 ENTREVISTA – JORGE BRUNO

Afinal de contas, o que está acontecendo com as empresas onde as consagradas técnicas de produção do passado não estão gerando tantos efeitos como antes, repercutindo nas empresas, nos Colaboradores e na Sociedade de forma geral?

JB – Nesse exato momento estamos vivendo o final do sistema de produção enxuto, iniciado na década de 80, fortemente influenciado pelos conceitos de produção da Toyota (Toyotismo), com a produção puxada, em oposição à produção empurrada do Fordismo. Metodologias tipo Lean, 6Sigma, Produção Modular, entre outras, alcançaram seus ápices nos anos 90 e 2000. Porém, em meados dos anos 2000, principalmente à partir de 2007, com o lançamento do revolucionário Iphone pela Apple e, em seguida, por diversas outras marcas de smartphones, passamos a ter em nossas mãos um objeto de uso pessoal sem precedentes na história humana. O primeiro objeto a ser pego ao amanhecer e o últimoao anoitecer. A interface homem-mundo digital passou a ser portátil, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Com isso nossa capacidade de interação, aprendizagem, consumo, produção, controle e tomada de decisão foram aceleradas exponencialmente lançando as empresas modernas e “antenadas” nos processos de Transformação Digital e, ao mesmo tempo, acenando com um atestado de óbito para as empresas que não conseguirem acompanhar essa acelerada transformação. Por isso, “fazer mais com menos” ou acreditar e pregar que “menos é mais”não está funcionando tanto como antes. Estamos na turbulência do Ponto de Ruptura, narrado por George Land em seu livro “O Ponto de Ruptura e Transformação”.

Mas, quais serão as grandes inovações que afetarão as empresas e as atividades de RH?

JB – Os Smartphones nos lançaram no mundo da interação social (Redes Sociais) digital e interação comercial, também digital, onde compramos e vendemos online, na palma da mão. Mas, a interação cognitiva digital, onde redes de cérebros humanos trabalham em rede com o suporte de ferramentas online, superam muitas equipes de colaboradores aprisionados em escritórios, cumprindo jornadas de trabalho presencial. Os atuais recursos de tele presença, imersão imagética, computação cognitiva, inteligência artificial, robótica colaborativa, computação quântica, reconhecimento facial/comportamental e automação humana, todos evoluindo exponencialmente, tornarão os próximos 10 anos os mais marcantes da história humana, com profundos impactos sobre a forma com a qual produzimos, aprendemos e nos relacionamos com o mundo físico e digital. Assistentes pessoais digitais como a Siri da Apple, a Cortana da Microsoft, Bia do Bradesco e tantas outras, são embriões dos poderosos assistentes digitais incorporados como alma de robôs colaborativos ou, simplesmente, no próximo hardware de interface digital que substituirá os atuais Smartphones. Em breve Sophia, primeiro robô a receber cidadania (Arábia Saudita), será considerada a mãe de toda uma linha de robôs colaborativos que multiplicarão a capacidade de produção do ser humano, assim como foi com a criação de Newcomen (1712), também conhecida como “máquina à vapor”. No mais, a recomendação para cada profissional preocupado com o futuro é prepare-se para exercer 4 ou 5 carreiras ao longo da vida e, em alguns casos, em paralelo.

Curta e compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Jorge Renato da Silva Bruno

Jorge Renato da Silva Bruno

Jorge Bruno é Mestre em Administração e Desenvolvimento Empresarial, Diretor de Inovação do Instituto de Matemática e Artes do Estado de São Paulo e Professor da FGV Management, nas disciplinas Inovação nas organizações, Inovação e Gestão do Conhecimento, Inovação Aplicada e Transformação Digital e Construção de Equipes de Alta Performance.  

Categorias

Unidades

  • Av. João Naves de Ávila, 865 - Nossa Sra. Aparecida, Uberlândia - MG, 38400-600
    Horário de atendimento: de 2ª a 6ª, das 08h30 às 18h
    comercial@isbe.com.br
  • Av. Leopoldino de Oliveira, 1415 - Parque do Mirante, Uberaba - MG, 38081-000
    Horário de atendimento: de 2ª a 6ª, das 08h30 às 18h
    comercialuberaba@isbe.com.br

Mapa do site

  • MBA
  • POSADM
  • CADEMP
  • Cursos Gratuitos
  • Pós MBA

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fechar Menu