FGV assina acordos e amplia parceria com o governo do Paraguai

A missão ministerial paraguaia a São Paulo se insere dentro da estratégia de atração de investimentos de empresas, com a finalidade de integrar as cadeias produtivas industriais entre os dois países

FGV assina acordos e amplia parceria com o governo do Paraguai

O diretor internacional da FGV, Marlos Lima, recebeu no início de novembro, na FGV, em São Paulo, uma delegação oficial do governo paraguaio, liderada pelo Ministro de Indústria e Comércio (MIC), Luis Alberto Castiglioni, para a celebração de acordos de cooperação entre a FGV e o MIC, e entre a FGV o Ministério de Relações Exteriores do Paraguai (MRE). 

A missão ministerial paraguaia a São Paulo se insere dentro da estratégia de atração de investimentos de empresas, com a finalidade de integrar as cadeias produtivas industriais entre os dois países, utilizando as vantagens comparativas de instalação e produção sob regimes tributários diferenciados no Paraguai. 

“As atividades envolvendo a FGV e o governo paraguaio são crescentes e refletem a importância que o país vizinho vem dando à formação de quadros de seu setor público. Os novos acordos assinados com o MIC e o MRE se somam aos acordos e às atividades em curso envolvendo a FGV e a presidência do Paraguai e o seu Ministério de Obras Públicas e Comunicações”, comentou o ministro do Paraguai, Castiglioni. 

A visita da delegação à FGV contou, ainda, com a participação do vice-ministro de Relações Econômicas e Integração do Ministério das Relações Institucionais (MRE), embaixador Raúl Cano, do vice-ministro de Indústria do MIC, Ramiro Samaniego; da diretora da Rede de Investimentos e Exportações do Paraguai, embaixadora Stefania Laterza e do cônsul-geral do Paraguai em São Paulo, embaixador Luis Fernando Avalos. Pela FGV, participou também da reunião e da cerimônia de assinatura dos acordos, o gerente internacional, Klaus Stier.  

O ministro Castiglioni afirmou que os acordos assinados são fundamentais e contribuem para a capacitação do povo paraguaio, nos âmbitos público e privado, e que a FGV cumprirá um papel cada vez mais importante no desenvolvimento do Paraguai.  

“A FGV entende que o desenvolvimento do Brasil deve estar diretamente associado ao desenvolvimento da região e contribui, dentro de suas capacidades, para a geração de conhecimento e melhoria dos padrões de produtividade de nossos parceiros e para geração de confiança mútua entre o Brasil e países vizinhos”, disse o diretor da FGV, Marlos Lima.

Fonte: portal.fgv.br

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

Posts Recentes

 Ver tudo   

Ciências Sociais
ISBE FGV

Ciência de Dados e Ciências Sociais: Projeto da FGV seleciona novos bolsistas

O projeto visa a expandir as abordagens computacionais de análise de dados nas Ciências Sociais e na História. A Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV CPDOC) abre o ano de 2022 com o processo seletivo para concessão de seis bolsas para o projeto “Ciência de Dados nas Ciências Sociais”, referente

Leia mais »