Pesquisadora do FGV IBRE é indicada para direção da Instituição Fiscal Independente do Senado

Vilma Pinto formou-se em economia pela UERJ e fez o mestrado profissional na EPGE Escola Brasileira de Economia e Finanças (FGV EPGE), defendendo, em 2018, a tese “Resultado fiscal estrutural: desafios para uma nova meta orçamentária nacional”, sob a orientação da economista Silvia Matos, coordenadora do Boletim Macro FGV IBRE

Pesquisadora do FGV IBRE é indicada para direção da Instituição Fiscal Independente do Senado

Vilma da Conceição Pinto, ex-pesquisadora do Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE), teve sua indicação como diretora da Instituição Fiscal Independente (IFI) referendada pela Comissão de Assuntos Econômicos CAE) do Senado no último dia 5 de julho. Agora, seu nome vai ser submetido ao plenário do Senado.

Nascida de uma família pobre de Niterói, a economista teve uma vida pontuada de muitas dificuldades e superação. Seu pai, Jorge Henrique, já falecido, era pescador, e sua mãe, Maria Carmélia, era gari. Dos seis filhos gerados no casamento, só ela conseguiu ingressar no ensino superior. Formou-se em economia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e fez o mestrado profissional na EPGE Escola Brasileira de Economia e Finanças (FGV EPGE), defendendo, em 2018, a tese Resultado fiscal estrutural: desafios para uma nova meta orçamentária nacional, sob a orientação da economista Silvia Matos, coordenadora do Boletim Macro FGV IBRE.

Vilma Pinto ingressou no IBRE como estagiária, em 2012, trabalhando com os economistas Gabriel Barros e José Roberto Afonso na área de contas públicas. Passou a pesquisadora do FGV IBRE em 2014, onde permaneceu até 2020, contribuindo com avaliações e estudos sobre a situação fiscal do país, repartindo seus conhecimentos com os demais pesquisadores do Instituto e fazendo projeções para o Boletim Macro.

No ano passado assumiu o cargo de assessora da Secretaria da Fazenda do Estado do Paraná, comandada pelo economista Renê Garcia Junior. Hoje, é colunista do jornal O Globo e uma das principais autoridades sobre contas públicas do país.

Fonte: portal.fgv.br

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

Posts Recentes

 Ver tudo