Relatório avalia compromisso de grandes empresas que atuam no Brasil com Direitos Humanos

A publicação avalia o compromisso político com os direitos humanos e o acordo político com a devida diligência em direitos humanos, a partir da análise de documentos referentes às “Políticas de Direitos Humanos”, aos “Códigos de Conduta” e “Códigos de Conduta para fornecedores”.

Relatório avalia compromisso de grandes empresas que atuam no Brasil com Direitos Humanos

O Centro de Direitos Humanos e Empresas (FGV CeDHE) da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV Direito SP), em parceria com a Clínica de Direitos Humanos da PUC do Paraná (PUCPR), publicou o relatório “Qual o compromisso das maiores empresas operando no Brasil com os Direitos Humanos?” A publicação avalia o compromisso político com os direitos humanos e o acordo político com a devida diligência em direitos humanos, a partir da análise de documentos referentes às “Políticas de Direitos Humanos”, aos “Códigos de Conduta” e “Códigos de Conduta para fornecedores”, disponíveis nos sites das 30 maiores empresas que operaram no Brasil em 2020.

Dessas empresas, 14 são de capital estrangeiro, 13 de capital nacional e três de capital misto. Além disso, a maior parte das organizações é do setor de alimentos, bebidas, petróleo e gás.

De acordo com os Princípios Orientadores sobre Empresas e Direitos Humanos da ONU, o respeito aos direitos humanos é o padrão mínimo de conduta esperado das empresas. Políticas em direitos humanos são instrumentos pelos quais as empresas se comprometem a respeitar os direitos humanos, considerando todos os riscos e impactos de suas atividades e operações nos diferentes territórios.

Esse compromisso deve nortear as demais políticas, programas e processos da empresa, responsabilizando-se por evitar, causar ou contribuir para abusos a direitos, considerando todas as suas atividades e operações, incluindo suas relações diretas e ao longo de sua cadeia de fornecimento. Além disso, remediar ou contribuir para a remediação, por meio de processos adequados e legítimos, quando causarem ou estiverem envolvidas com abusos a direitos.

O relatório está disponível no site.

Fonte: portal.fgv.br

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

Posts Recentes

 Ver tudo   

Ciências Sociais
ISBE FGV

Ciência de Dados e Ciências Sociais: Projeto da FGV seleciona novos bolsistas

O projeto visa a expandir as abordagens computacionais de análise de dados nas Ciências Sociais e na História. A Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV CPDOC) abre o ano de 2022 com o processo seletivo para concessão de seis bolsas para o projeto “Ciência de Dados nas Ciências Sociais”, referente

Leia mais »