MBA em Logística e Supply Chain Management

MBA em Logística e Supply Chain Management

A logística é um setor estratégico para a competitividade e desenvolvimento nacional, notadamente por promover a interface entre cadeias industriais e de serviços. Nesse contexto e considerando que, nas operações de suprimento, os custos de transporte, armazenamento e distribuição impactam determinantemente toda a cadeia, a perseguição por práticas mais efetivas e sustentáveis devem ser alvo da atenção das empresas.
O MBA em Logística e Supply Chain Management tem o objetivo de qualificar e instrumentalizar profissionais com os mais relevantes e atuais temas e ferramentas relacionados à área de operações logísticas e supply chain management.

Competências e Habilidades que você vai obter
ao fazer o MBA

  • Ampla visão sobre a vasta instrumentalização de ferramentas, técnicas e modelos capazes de contribuir para a eficiência do desempenho e competitividade das organizações.
  • Entendimento sobre o desenvolvimento de competências e técnicas orientadas à eficiência nas operações logísticas, aumento da produtividade, redução de riscos e identificação de oportunidades de novos negócios.
  • Conhecimento sobre os novos desafios organizacionais na área de logística e supply chain management, considerando a massiva incorporação tecnológica e seus impactos nos elos à montante e jusante.

Programa Acadêmico​

Carga Horária Total: 432 horas/aula

Princípios e normas gerais de tributação; Principais tributos e taxas (federais, estaduais e municipais) nas atividades empresariais; Incidência de tributos na cadeia produtiva e seus efeitos na operação logística; Regimes especiais de tributação; Incentivos fiscais.

Big data e o metamodelo Data DrivenData Science como prática de gestão estratégica; Computação de alto desempenho; Técnicas de coleta, armazenamento, pesquisa, compartilhamento, análise e visualização dos dados; Captura e tratamento de dados ao longo da cadeia de suprimentos; Integração de informação cliente-operador-fornecedor-modal;  Data mining aplicado à logística; Papel das Virtual Machines (VMs) e Machine Learning (ML) para racionalização dos custos e identificação de oportunidades de aperfeiçoamento do nível de serviço logístico; Blockchain; Lógica de funcionamento do blockchain; Aplicabilidade atual e potencial do blockchain nas cadeias de suprimento; Obstáculos para a adoção do blockchain.

Customer centricity model e o cliente como protagonista; Mudanças no mindset, comportamento e experiência do consumidor e vendedores na omniera; Matrizes de microsegmentação comportamental; As audiências e tribos digitais; A jornada de consumo e a experiência do consumidor no ambiente 360º; CES – Customer Effort ScoreChurn Tax, NPS, Lifetime Value e outras práticas para entender, engajar e criar relacionamentos sustentados e conexões emocionais com usuários e consumidores.

Global sourcing e logística internacional; Estruturação de operações logísticas em projetos de exportação; Incoterms; Contratação de transporte internacional; Agentes da cadeia de distribuição física internacional; Seguro de transporte internacional; Custos logísticos na formação dos preços de exportação.

O meio ambiente e a empresa; Ecologia Industrial; Economia Circular: ciclo biológico e ciclo técnico, conceitos e práticas; Análise de Ciclo de Vida (ACV); Cadeia de Suprimentos de Ciclo Fechado e Cadeia de Suprimentos Verde; Logística Verde e Ecoeficiência em transportes; Logística Reversa: conceitos e tipologias, retorno pós-venda e pós-consumo, fatores motivadores e barreiras; Política Nacional dos Resíduos Sólidos.

Fundamentos da contabilidade de custos; Custos nos processos logísticos; Custos fixos e variáveis; Margem de contribuição; Ponto de equilíbrio; Custo total e a prática das trocas compensatórias (trade-off); Custeio por atividade (Activity-Based Costing); Aplicação de controles e avaliação de resultados.

Estratégias competitivas e da cadeia de suprimentos; Alinhamento estratégico; Tipos de estratégia da cadeia de suprimentos; Obstáculos para o alinhamento estratégico; Governança das cadeias de suprimento; Tipos de relações e o papel do elo forte; Conceitos da teoria dos jogos aplicados às cadeias; Alinhamento de incentivos; Decisões estratégicas de make or buy; Fatores considerados nas decisões; Custos diretos x custos de transação; Competências centrais; Modelo para a decisão de make or buy; Gestão de Desempenho em Supply Chain; Desempenho da empresa individual x desempenho da cadeia; Dimensões de desempenho; Modelo de gestão de indicadores.

Instalações de armazenagem e distribuição; Lay-out e posicionamento de unidades de estocagem; Operações de recebimento e expedição de materiais; Emprego de WMS nas operações de entrada e saída de materiais; Cross-docking; Papel das embalagens na redução de custos de armazenagem; Padronização de embalagens; Equipamentos de movimentação de carga.

Funções do forecasting; Principais fundamentos e conceitos envolvidos; Abordagens qualitativas e quantitativas; Métodos colaborativos (ECR, CPFR e S&OP); Erros e incertezas; Qualidade das previsões; Medidas de erro em previsões; Modelos de séries temporais; Componentes da demanda; Suavizações exponenciais; Ajustes de tendência e sazonalidade; Modelos de Holt-Winters; Método causal; Variáveis explicativas e análises de correlações; Regressões múltiplas.

Função dos estoques; Filosofia JIT; Custos envolvidos com os estoques, fixos e variáveis; Economias de escala; Estoque cíclico; Impacto da incerteza da demanda e dos suprimentos; Nível de serviço e taxa de atendimento; Estoque de segurança; Modelos de otimização; Políticas de revisão de estoque: contínua e periódica; Papel dos centros de distribuição; Estoques centralizados x descentralizados; Estoque em trânsito.

Gestão da Produção e de Operações sob a ótica da Cadeia de Suprimento (Supply Chain); Indicadores-chave de Desempenho (KPI) aplicáveis ao Planejamento e Controle da Produção (PCP); Planejamento de Vendas e Operações (S&OP); Cálculos de planejamento de: materiais (MPS/MRP/DRP), capacidade (CRP) e de materiais e capacidade (MRP-II).

Gestão de riscos na cadeia de suprimentos; Conceito de risco; Relevância para a supply chain; Monitoramento de riscos; Cases de ruptura e recuperação; Identificação e avaliação de riscos; Tipos e classificação de riscos; Métodos e técnicas de avaliação; Mitigação de riscos; Estratégias de mitigação e controle; Planos de contingência; Conceito de resiliência; Características das organizações e cadeias resilientes.

Novos paradigmas de desempenho organizacional: técnico e ecológico; Ecoeficiência e créditos de carbono; Sustentabilidade na cadeia de suprimentos; Indicadores de sustentabilidade; Configurações de cadeias de suprimentos sustentáveis; Mecanismos de governança; Organizações not-for-profit e Supply Chain Management; Desafios presentes e futuros; Compliance, Transparência e Reputação na cadeia de suprimentos; Dinâmicas estruturais, tecnológicas e relacionais na cadeia de suprimentos.

Modalidades de transportes e sua utilização competitiva de acordo com tipos de carga, distância e prazo; Transportadores e operadores logísticos; Roteirização e controle de frotas; Papel dos Centros de Distribuição; Modais de transporte e sua utilização competitiva; Técnicas para otimização de Transporte; Roteirização e controle de frotas; Indicadores de desempenho aplicáveis a transporte e distribuição.

Conceitos de indústria 4.0; Papel das tecnologias, sistemas e funções inseridos no contexto da indústria 4.0; Flexibilidade e adaptabilidade para cumprimento de novas especificações; Logística 4.0 e suas aplicações e implicações na logística inbound e outbound; Conectividade e cadeia de suprimentos inteligentes; Técnicas para otimização de estoques e diminuição do lead time; Introdução da IoT como base para a criação de novos padrões não explorados de monitoramento e controle na cadeia de suprimentos; Inteligência artificial nos sistemas de distribuição; Aperfeiçoamento do desempenho de frota; Adoção de modais não tradicionais para atendimento de requisitos de custo, flexibilidade e desafios emergentes de acompanhamento em tempo real.

Papel da modelagem de redes; Instalações e suas funções na cadeia de suprimentos; Decisões sobre localização e alocação de capacidade; Fatores que influenciam as decisões sobre modelagem de redes; Aplicações de recursos da programação linear à Logística; Principais métodos de programação linear aplicáveis com o emprego de planilhas eletrônicas; Otimização de modelos de redes de suprimentos.

Aspectos conceituais, relacionais e culturais de uma negociação. Principais tipos de negociação. Planejamento e organização. Estratégias e táticas de negociação. O uso da informação, do tempo e do poder para maximização de resultados. Negociação como instrumento para o desenvolvimento de alianças estratégicas e colaborativas na gestão da cadeia de suprimento (supply chain management).

Alternativas para o suprimento de insumos e serviços necessários às organizações; Visão estratégica do processo de compra: da requisição ao pagamento; Medição do desempenho dos compradores; Strategic Sourcing: negociações globais e desenvolvimento de fornecedores; Formalização dos contratos de compra; Desenvolvimento de fornecedores de insumos e de serviços; Indicadores de desempenho; Ações colaborativas na cadeia de suprimento e parcerias com fornecedores.

INVISTA EM VOCÊ!

Preencha o formulário abaixo para saber mais detalhes sobre o curso

INVISTA EM VOCÊ!

Preencha o formulário abaixo para saber mais detalhes sobre o curso