Fondazione CUOA - Centro Universitario di Organizzazione Aziendale

Apresentação

Fundada em 1957, está entre as três melhores Escolas de Negócios da Itália, e a sua Business School é apoiada pelas Universidades de Pádua, Veneza, Verona, Trento, Trieste e Udine, bem como por empresas, associações empresariais, bancos e órgãos públicos.

Tem convênios com diversas instituições de ensino e pesquisa no mundo:

  • MIT-Sloan School of Managmente e University of Michigan-Dearborn-USA
  • Management Centre Innsbruck-Austria
  • Université de Mons-Hainaut-Bélgica
  • Université Paris IX Dauphine-França
  • Russian Academy of Public Administration under the President of the Russian Federation-Rússia
  • Instituto de Impresa e Universitat Autònoma de Barcelona-Espanha
  • Está situada em uma região da Itália conhecida pelo desenvolvimento econômico, tecnológico e de inovações.

A localização da Fondazione é Villa Valmarana Morosini, um magnífico edifício em Altavilla Vicentina, nos arredores da cidade de Vicenza ( 50 km a oeste de Veneza e 50 km a leste de Verona).

OBJETIVO

O objetivo do programa é ampliar os conceitos e conhecimentos obtidos nos cursos de MBA Executivo da Fundação Getúlio Vargas-FGV, nível Especialização, com uma abrangência internacional.

A Itália é um grande centro de inovações em diversas áreas, principalmente na área de design, inovação e tecnologia, que são traduzidos em marcas com Diesel, Ducati, Ferrari, Lamborghini e Benetton, dentre outras.

PÚBLICO ALVO

Todos os profissionais, empresários e executivos que desejam agregar esse diferencial de conhecimento, visando destacar-se no atual mercado competitivo de trabalho.

PRÉ-REQUISITOS

Possuir certificado de conclusão, ou estar cursando MBA Executivo (Pós-Graduação nível de Especialização), da Fundação Getulio Vargas – FGV Management.

DURAÇÃO DO CURSO

O curso tem carga-horária de 40 horas-aula

IDIOMA

O curso será ministrado em Português e somente um módulo haverá necessidade de tradução simultânea.

PROGRAMA

Qualidade, Inovação e Competitividade Internacional

 Este programa é uma grande oportunidade de enriquecimento educacional, de ampliar a expertise nacional e internacional e também de expandir o network profissional.

Pequenas e médias empresas italianas: Distritos Industriais e Clusters

A economia italiana é caracterizada por pequenas e médias empresas que através da integração e parceria formam distritos industriais e clusters. Nesse primeiro dia de atividades serão apresentadas as ferramentas que as empresas italianas estão utilizando para se adaptarem aos desafios trazidos pelo novo ambiente competitivo. Como a empresas italianas formadas em clusters enfrentam a globalização e a crise europeia. Serão abordados os pontos fracos fortes do sistema econômico italiano.

Trabalhos em grupo com discussão final ajudarão ao participante repensar o papel das pequenas e médias empresas brasileiras em função do que está ocorrendo na Itália e na Europa.

Competitividade Internacional: metodologia e experiências.

 Será apresentado a metodologia “P.I.M.E”( Promoção, informação, mercado, empresas) e ferramentas para medir a competitividade internacional de uma empresa, seleção de mercado, escolha da estratégia de internacionalização, parceiros, alianças estratégicas, gerenciamento de informações, desenvolvimento da oferta da empresa, gestão de promoção e exportação, política de comunicação, feiras internacionais, gerenciamento de exportação e desenvolvimento de planos de exportação.

 

Inovação e qualidade nas empresas italianas

 O propósito desse dia de estudos é capacitar os participantes para entender o tema da inovação em empresas italianas. Serão apresentados casos práticos sobre como abordar a inovação em produtos e processos. Também será discutido às abordagens para alcançar o padrão internacional de qualidade. Casos e os resultados de uma pesquisa sobre gestão da qualidade serão apresentados. Serão abordados os seguintes pontos: como as empresas italianas e europeias gerenciam a inovação; condições e efeitos da inovação; organização da inovação; exemplos e casos sobre inovação; gestão da qualidade e ISO 9000; condições para introduzir a gestão da qualidade.

 

Juntos para competir

No último dia de estudos, serão apresentados pontos importantes para as empresas brasileiras, tais como abordar o mercado italiano e europeu, como são os setores-chaves da economia italiana que são benchmark para o restante do mundo, como: gastronomia, moda, mobiliário, design e estilo de vida.

Serão abordados também temas relativos à experiência italiana do Federexport, dos consórcios italianos; e como adaptar o modelo italiano para a América Latina e principalmente o Brasil.

 

 – Visitas Técnicas (empresas a definir).

As visitas às empresas italianas que poderão servir como benchmark para empresas brasileiras. Empresas já visitadas: BENETTON, LEA CERAMICHE, DUCATI MOTOR HOLDING, SIMEN, VINÍCOLA ZONIN, etc.

COORDENAÇÃO GERAL

  • PhD Paolo Bellamoli, Diretor da Business School da Foudazione CUOA-Centro Universitario di Organizzazione Aziendale.

COORDENAÇÃO ACADÊMICA

  • Pedro Carvalho de Mello, Doutor em Economia – Universidade de Chicago – EUA e Coordenador da Área Internacional do FGV Management.
  • Miguel Lima, Doutor em Comunicação Empresarial, Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ, Ex-Gerente de Exportação da Petrobras Comércio Internacional S/A-Interbras e da Braspetro e Coordenador Acadêmico do MBA em Gestão Empresarial e do MBA em Comércio Exterior da FGV Management.

DOCENTES

O quadro de professores do programa pertence à Fondazione CUOA e suas coligadas na Itália.

Os módulos 3 e 5 serão ministrados pelo Prof. Nicola Minervi, italiano que viveu 20 anos no Brasil e foi Diretor da KPMG e da Gerente de Exportação da Brown Boveri . O Prof Nicoli Minervini, é o autor do consagrado “ O Exportador”, lançado no Brasil em 1991 pela Pearson Prentice Hall.

Há 15 anos o Prof. Minervini retornou à Itália, onde é Diretor da International Marketing Consulting S.A.S em Bérgamo, que presta consultoria à empresas italianas que fazem negócios no Brasil e vice-versa.

CERTIFICAÇÃO

A Fondazione CUOA-Centro Universitario di Organizzazione Aziendale, emitirá um certificado de participação a todos os alunos que tiverem frequência mínima de 75% no curso.

Para obter especialmente o certificado de MBA da FGV – Fundação Getulio Vargas, com o apostilamento do módulo internacional, os alunos devem atingir todas as exigências acadêmicas durante o curso de MBA da FGV realizado no Brasil e também no Módulo Internacional: mínimo de 75% (setenta e cinco por cento) de frequência em aulas e conceito mínimo 7 (sete) no trabalho final. O certificado será entregue após a conclusão da fase nacional.

INVISTA EM VOCÊ!

Preencha o formulário abaixo para saber mais detalhes sobre o curso

INVISTA EM VOCÊ!

Preencha o formulário abaixo para saber mais detalhes sobre o curso