Estudo da FGV sobre impacto econômico da pandemia na área cultural é indicado para premiação

A premiação foi realizada na categoria Estudos e Pesquisas em Cultura E Economia Criativa.

Estudo da FGV sobre impacto econômico da pandemia na área cultural é indicado para premiação

O estudo de “Avaliação e Levantamento de Indicadores do Impacto Econômico e Social dos Programas de Fomento Direto à Cultura e Economia Criativa”, da FGV Projetos, foi indicado para o Prêmio Governo do Estado de São Paulo para as Artes 2020 na categoria Estudos e Pesquisas em Cultura E Economia Criativa. A premiação realizada pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa ocorreu no dia 13 de novembro.

A pesquisa da FGV Projetos foi desenvolvida pelo professor Luiz Gustavo Barbosa, vencedor em 2020 do estudo sobre “Impacto econômico do Teatro Municipal” juntamente com o Economista da FGV Projetos, Ique Lavatori.

O setor de cultura e economia criativa gera movimentação econômica significativa no Brasil, com impactos positivos sociais e fiscais, além de serem grandes influenciadores de cultura, equidade social e diversidade. Além disso, se mostra capaz de reagir mais rapidamente após crises (como a atual, de pandemia de Covid-19), já que se utilizam, principalmente, de recursos já disponíveis e/ou existentes como base para seu desenvolvimento e realização.

Essas características de setor “pronto” e com capacidade ociosa (potencial de operação), auxiliam na decisão de políticas públicas de realização de investimentos, com o objetivo de estimular o crescimento econômico.

A identificação dos impactos gerados pelo setor de cultura e economia criativa auxilia no direcionamento e priorização de investimentos, potencializando os resultados positivos, tais como a geração de tributos, emprego e renda, e externalidades como a atração de investimentos, inclusão social e grande participação das micro e pequenas empresas (MPE) na cadeia de valor das atividades do setor.

Foram estudados os programas:

Lei Aldir Blanc (LAB)

A LAB objetiva estimular a retomada da produção artística e à geração de emprego e renda na cadeia produtiva da Cultura e Economia Criativa. Foram disponibilizados no total R$ 242,8 milhões, em mais de 4 mil projetos selecionados.

ProAC

O ProAC é o programa pelo qual o Estado realiza investimentos diretos em projetos culturais através de concursos regulamentados na forma de editais, tendo investido um valor total de R$ 160,1 milhões em 35 editais e 975 projetos culturais selecionados.

Juntos pela Cultura

O Juntos pela Cultura tem como objetivo garantir o acesso à arte, cultura e economia criativa em todas as regiões do Estado de São Paulo. O programa investiu um valor total de R$ 10,7 milhões, distribuídos através de chamadas para municípios e para artistas.

Impacto econômico: Principais Resultados

Os programas de fomento geraram impacto econômico total de R$ 688,8 milhões, sendo R$ 413,6 milhões de forma direta e outros R$ 275,2 milhões indiretos. Foram R$ 110,8 milhões em tributos gerados pela movimentação econômica do setor cultural e de economia criativa, através dos programas e 9.291 postos de trabalho gerados na economia (quantidade anualizada de ocupações em tempo integral existentes devido à movimentação econômica do setor).

Os números totais mostram que para cada R$ 1,00 gasto na organização/operação das atividades do setor cultural e de economia criativa, são movimentados R$ 1,67 na economia (Este indicador apresenta o quanto o setor cultural e de economia criativa consegue impulsionar a atividade econômica local).

Para ter acesso as demais pesquisas indicadas, clique no link.

Fonte: portal.fgv.br

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

Posts Recentes

 Ver tudo   

Ciências Sociais
ISBE FGV

Ciência de Dados e Ciências Sociais: Projeto da FGV seleciona novos bolsistas

O projeto visa a expandir as abordagens computacionais de análise de dados nas Ciências Sociais e na História. A Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV CPDOC) abre o ano de 2022 com o processo seletivo para concessão de seis bolsas para o projeto “Ciência de Dados nas Ciências Sociais”, referente

Leia mais »