FGV EAESP é 1ª escola da América Latina a receber reconhecimento internacional por seu impacto na sociedade

Escola foi avaliada pelo Business School Impact System (BSIS) em 120 indicadores, abrangendo sete dimensões: financeira, educacional, intelectual, social e impactos relacionados ao desenvolvimento de negócios, ecossistema regional e imagem

FGV EAESP é 1ª escola da América Latina a receber reconhecimento internacional por seu impacto na sociedade

A Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP) é a primeira escola de negócios da América Latina a ser reconhecida com o selo Business School Impact System (BSIS), que avalia o impacto da atuação de Instituições de Ensino Superior na sociedade. No total, apenas 56 escolas de 18 países do mundo têm esse reconhecimento internacional.

O BSIS é projetado para determinar a extensão do impacto de uma escola em seu ambiente local, ou seja, a cidade ou região em que está localizada. O processo é oferecido por uma joint venture entre a EFMD Global e a FNEGE, que avalia sete áreas de impacto: financeiro, educacional, no desenvolvimento de negócios, bem como intelectual, social, imagem e impacto no ecossistema regional.

“O diferencial da missão da FGV EAESP é o foco em impacto: buscamos desenvolver e disseminar conhecimentos que melhorem a qualidade de vida das pessoas e colaborem com o desenvolvimento socioeconômico do país”, afirma Luiz Brito, diretor da FGV EAESP.

O diretor acrescenta: “até recentemente, a escola tinha várias iniciativas não integradas para acompanhar o impacto que a instituição tem como escola de negócios líder no Brasil. O processo do BSIS é um exercício amplo para integrarmos essas iniciativas e tem indicado rumos para aprofundarmos o conhecimento sobre os impactos que a FGV EAESP pode ter. Os especialistas forneceram recomendações valiosas e úteis para consideração estratégica e melhoria de nossa eficácia operacional em relação ao impacto. O processo do BSIS nos incentiva a continuar no caminho de criar mais impacto no contexto nacional e internacional”.

Fonte: portal.fgv.br

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

Posts Recentes

 Ver tudo   

Economia
ISBE FGV

IGP-10 sobe 1,79% em janeiro 2022

Com esse resultado, o índice acumula alta de 17,82% em 12 meses. O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) subiu 1,79% em janeiro. No mês anterior,

Leia mais »